No decorrer de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito de 73 anos infligiu maus-tratos verbais e físicos à vítima, sua companheira de 64 anos. Após diligências policiais, foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária, que culminou com a apreensão de diverso material, como medida cautelar.

Foram apreendidas, três espingardas, um punhal, seis canivetes e diversas munições de diferentes calibres.

Os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Setúbal.

A ação contou com o reforço do Núcleo de Investigação e Apoio a Vitimas Específicas (NIAVE) de Setúbal.