Em comunicado, o consórcio Etermar Engenharia e Construção/ Mota-Engil Engenharia e Construção revela que a empreitada, com um prazo de execução de 330 dias, compreende a construção de mais 204 metros de cais de modo a atingir um comprimento total de 1.150 metros até ao final de 2021.

“A empreitada de ampliação do cais terá um valor de cerca de 14 milhões de euros com um prazo de execução de 330 dias”, avança o consórcio.

Trata-se da “primeira fase de expansão após o aditamento ao contrato de concessão celebrado entre a PSA e o Governo português em 2019?, lê-se no mesmo comunicado.

A empreitada prevê que o Terminal de Contentores “tenha na sua configuração final um cais com 1.750 metros, aumentando a capacidade de movimentação anual de carga de 2,3 para 4,1 milhões de TEU (unidade de medida de contentores)”, acrescenta.

Este investimento vai reforçar a capacidade do Terminal XXI, permitindo a escala de vários navios megacarries (os maiores navios porta-contentores) em simultâneo e assim aumentar a sua oferta operacional.

Em outubro de 2019, a Administração do Porto de Sines e a PSA Sines celebraram um aditamento ao contrato de concessão que permite a realização de novos investimentos referentes à expansão do cais do redimensionamento e modernização do terminal, projetando o aumento da capacidade de movimentação anual de 2,3 para 4,1 milhões de TEU (contentores de 20 pés).

Seguiu-se, em fevereiro deste ano, a consignação da empreitada da terceira fase de ampliação do molhe leste do porto de Sines, num montante de cerca de 72 milhões de euros, com a extensão do molhe em 750 metros, para “reforçar a proteção da zona leste” onde se localiza o Terminal XXI.


Comente esta notícia


SINES