Fonte da GNR, explicou que “na sequência de uma denúncia em que se encontravam dois indivíduos a furtar pinhas naquela localidade, e que se tinham colocado em fuga pela Estrada Nacional 261 em direção à localidade do Carvalhal, os militares da Guarda colocaram-se de imediato no seu encalce tendo intercetado um homem de 33 anos e um menor de 15”.

No decorrer das diligências policiais, foram apreendidos 27 quilos de pinha mansa e uma vara utilizada no crime.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Grândola.

O pinheiro-manso, Pinus pinea, é uma espécie florestal com um crescente interesse económico, cuja importância do comércio externo de pinha e de pinhão tem contribuído para a promoção de importantes dinâmicas económicas à escala regional, uma vez que o pinhão produzido em Portugal é de todos o mais valorizado pelas suas características nutricionais.


Comente esta notícia


SINES