Segundo o comunicado da A.F. de Setúbal, “a direção da AFS, depois de ouvidos todos os clubes e com o seu conhecimento e concordância, deliberou que será aplicável aos clubes que não possam permanecer em competição, por não conseguirem cumprir com os requisitos impostos pela DGS, o regime mais favorável aplicável, sendo retirados os pontos dos jogos já realizados, sem lugar à aplicação de qualquer outro tipo de consequência disciplinar”.

“Manter-se-á o mesmo modelo competitivo com 12 clubes, sem a participação do Alcochetense, Vasco da Gama de Sines, Águas de Moura e Alfarim”.

Estas quatro equipas regressam ao Campeonato Distrital de Setúbal da 1.ª divisão na próxima época desportiva.

O mesmo comunicado informa que “os jogadores que estiverem inscritos pelos clubes que não prosseguem em prova não podem ser transferidos, uma vez que, não obstante se considerar que os clubes não iniciaram a competição, e que por essa via não existe no verdadeiro sentido uma desistência”.