Ouça na Rádio Sines

O PCP defende numa primeira fase o aproveitamento dos apeadeiros já existentes entre Sines e Ermidas e numa segunda fase a construção de uma nova Estação de Sines.

Na semana do lançamento oficial do «Ano Europeu do Transporte Ferroviário», iniciativa que pretende destacar o papel da ferrovia na economia, na sociedade e no ambiente, o deputado do PCP no Parlamento Europeu levou a cabo um conjunto de iniciativas e de contactos com as populações sobre esta temática, procurando dar voz à exigência de investimentos há muito em falta.

Mais do que para a mera sensibilização da população para a importância deste meio de transporte, este «Ano Europeu» deve servir, na opinião dos comunistas, para “uma reflexão sobre a situação da ferrovia em Portugal, indissociável do enquadramento fornecido pelas políticas da União Europeia (UE)”. Uma reflexão que aponte “as causas e os responsáveis pelo desinvestimento e degradação da ferrovia, assim como as perspetivas que se colocam ao país neste domínio”.

Junto da antiga estação, João Ferreira lamentou que nas últimas décadas, se tenham “desativado 1200 km de caminho-de-ferro, perdido 20 mil postos de trabalho, fechado fábricas e desmantelado a CP, a grande empresa pública nacional”.


Comente esta notícia


SINES