Durante estes três dias, o presidente da Câmara Municipal, Álvaro Beijinha, acompanhado pelos vereadores com pelouros, técnicos das respetivas áreas, pela presidente da Junta de Freguesia, Ana Gonçalves, e elementos do executivo da junta visitaram o território das duas localidades, inteirando-se das intervenções executadas, ouvindo as necessidades das populações e sempre procurando soluções.

O presidente da Câmara Municipal, Álvaro Beijinha, destacou que “durante esta visita tivemos oportunidade de verificar um conjunto de obras que foram realizadas muitas delas em parceria entre a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia, porque esta é a nossa forma de trabalhar sempre em cooperação.” São intervenções “pequenas, mas importantes essencialmente para a mobilidade das populações tendo em consideração serem de uma faixa etária mais idosa.” Estes investimentos mesmos em locais com pouca população “continuam a realizar-se, e dou como exemplo nos Foros da Casa Nova onde está a decorrer uma intervenção ao nível dos passeios em que as duas Autarquias são parceiras.”

No decorrer da visita, os autarcas tiverem a oportunidade de verificar uma obra que é “absolutamente estruturante para a agricultura”, que é a ligação do Canal de Morgavel à Barragem de Fonte Cerne. “Uma obra que a Câmara Municipal, em conjunto com a Associação de Regantes e Beneficiários de Campilhas e Alto Sado, colocou às autoridades competentes como sendo muito importante, tendo em conta a ligação de Alqueva à captação do rio Sado, em Ermidas-Sado, e desta à Barragem de Morgavel. O canal passa a poucos quilómetros da Barragem de Fonte Cerne, por isso colocámos em cima da mesa haver esta ligação, e assim fazer com que Alqueva chegasse a esta barragem. Apresentámos, também, ao Governo e à Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA) a importância de Alqueva chegar à Barragem de Campilhas,” explica Álvaro Beijinha.

Ao realizar o balanço desta iniciativa, o Autarca sublinhou “o contributo para a dinâmica da economia da União de Freguesias de São Domingos e Vale de Água das unidades de turismo em espaço rural, assim como do Museu da Farinha que embora não seja um projeto municipal tem o nosso envolvimento desde a primeira hora. Em Vale de Água a Zona de Atividades Mistas apresenta negócios que contribuem para a valorização local, principalmente no setor agrícola.”

Da agenda da visita fizeram parte as localidades de São Domingos, Vale de Água e Vale das Éguas. A comitiva deslocou-se, também, aos Foros do Corujo, aos Foros da Casa Nova, à Barragem da Fonte Cerne, aos Foros do Locário e ao Monte dos Alhos e percorreu, ainda, a Estrada Municipal 555.

Os eleitos reuniram com o movimento associativo na Sala da Associação de Moradores de Vale de Água. Inteiraram-se do estado em que se encontra a Igreja de São Domingos tendo orientado as representantes da Fábrica da Igreja desta Paróquia para os programas de Fundos Comunitários existentes destinados à recuperação e restaura destes edifícios. De sublinhar que a Reunião de Câmara Municipal, que decorre todas as quintas-feiras a partir das 09h30, teve lugar na sede da União de Freguesias, em São Domingos.